Banana: conheça os benefícios desta fruta tipicamente tropical

A banana é um dos símbolos dos países tropicais, como o Brasil e a América Central. Alguns até chegaram a ser conhecidos pejorativamente como “República das Bananas”, pela sua pequena expressão econômica e alta desorganização social. O Brasil, que se tornou a oitava economia do mundo, está longe hoje deste rótulo, mas continua sendo o segundo maior produtor mundial de bananas, que se mantém como uma das culturas agrícolas mais importantes do mundo, atrás apenas do arroz, do trigo e do milho. Portanto, esta fruta está sempre disponível para os brasileiros, que podem consumi-la o ano inteiro como fonte barata de energia, vitaminas e minerais.

CINCO BENEFÍCIOS DA BANANA PARA A SAÚDE

» Ajuda a prevenir problemas cardiovasculares, devido ao seu alto teor de potássio, mineral condutor de eletricidade, que ajuda a manter o batimento cardíaco forte.

» Fornece grandes quantidades de energia sem aumentar o índice glicêmico do sangue.

» Ajuda o intestino funcionar melhor, prevenindo diarreias e gases, além de eliminar toxinas do intestino.

» Evita cãibras e dores musculares, pois o seu alto teor de potássio mantém corretamente a contração muscular.

» Estudos demonstraram que as propriedades antioxidantes da banana são eficientes na prevenção de câncer nos rins.

NUTRIENTES DA BANANA

A banana é rica em vários nutrientes essenciais para a nossa saúde. O mais conhecido é o potássio, mineral que trabalha em conjunto com o sódio para manter o equilíbrio de água em nosso organismo, pois enquanto o sódio retém água o potássio elimina, regulando a pressão arterial. Essa dupla também atua na contração muscular, favorecendo o batimento cardíaco. Mas a banana também fornece outros minerais importantes como cálcio, fósforo e ferro, além de vitaminas A, C, B1, B2 e B6.

A banana é também fonte de fibras que regulam o intestino, controlando a diarreia. Contém catequina, polifenol com forte ação antioxidante, que combate o efeito nocivo dos radicais livres na formação de tumores e previne o envelhecimento precoce. Ela fornece também dopamina, substância que controla o humor nos dando sensação de bem estar e melhora o desempenho da memória.

ALIMENTO FUNCIONAL

A banana está incluída na classe dos alimentos funcionais, aqueles que combatem o aparecimento de doenças crônicas não transmissíveis,  adquiridas geralmente por falta de uma alimentação adequada para suprir o nosso organismo com os níveis adequados de minerais, vitaminas, proteínas e, principalmente, os chamados carboidratos não disponíveis, que são aqueles que levam um tempo maior para se transformar em glicose e, por isto, são considerados de baixo valor glicêmico. Os carboidratos são a fonte mais barata e rápida de fornecimento de energia para o nosso corpo, mas a ingestão excessiva de carboidratos disponíveis, de rápida absorção pelo organismo, é a principal causa de obesidade, diabetes e problemas cardiovasculares, por serem de alto valor glicêmico, o que obriga nosso corpo a produzir grandes quantidades de insulina, cujo papel é levar a glicose da corrente sanguínea para dentro das células. Mas está comprovado que uma carga excessiva de insulina engorda e também pode causar resistência nas células, que simplesmente param de reagir a ela para receber a glicose, causando a hiperglicemia, excesso de açúcar no sangue, que resultará em necrose de nossos órgãos.

A fibra alimentar da banana é rica em carboidratos não disponíveis, o que mantém a pessoa por mais tempo com a sensação de saciedade. É uma fruta, portanto, que deve ser incluída na dieta de quem quer perder peso. Serve também como fonte de energia para atletas e pessoas com alto nível de atividade física. Além de evitar cãibras, devido ao fornecimento de potássio para o corpo.

FARINHA DE BANANA VERDE

Apesar de produzir mais de 8 milhões de toneladas de banana por ano, o Brasil perde cerca de 60% de sua colheita antes de chegar ao consumidor final, principalmente devido a problemas de armazenamento e transporte. Um desperdício que pode ser evitado com a utilização da banana verde, que apresenta elevado teor de amido resistente e reduzida concentração de açúcares solúveis. O amido resistente se caracteriza por ser uma fonte de carboidrato existente dentro da fibra alimentar que demora para se transformar em açúcar, sendo, por isso, de baixo valor calórico.

A transformação da banana verde em farinha é um processo simples e que pode ser largamente empregado pela indústria alimentícia em substituição à farinha de trigo, cujos carboidratos disponíveis são de alto valor calórico e com índice glicêmico também alto. Por isto, as massas engordam e ingeridas em excesso também contribuem para o diabetes, o alto índice de colesterol e triglicérides. O Departamento de Engenharia Química da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo tem realizado estudos avançados na produção e uso da farinha de banana verde na alimentação humana.

Uma forma caseira de fazer a farinha de banana verde é cortar a banana em rodelas finas e levar ao forno por volta de 30 minutos. Depois de secas, é só  bater as rodelas no liquidificador, sem água, e você já terá sua  farinha caseira de banana verde pronta para o consumo.

VARIEDADES DE BANANA

No Brasil, as variedades mais comuns são a banana prata, nanica, maçã, ouro e banana-da-terra. A prata, a maçã e a ouro são mais usadas para seu consumo in natura, enquanto a nanica também serve para fritar. A banana-da-terra é consumida exclusivamente frita. Vamos conhecer um pouco mais de cada uma destas variedades, todas ricas em carboidrato não disponível:

» Banana Prata: é a que tem mais vitamina C e demora mais tempo para apodrecer. Cada banana prata possui cerca de 70 calorias. Em teor de potássio perde apenas para a banana nanica. Além de seu consumo in natura, é muito usada para fazer vitamina, mistura de leite batido com banana no liquidificador.

» Banana Nanica: embora tenha esse nome ela só perde em tamanho para a banana-da-terra. Tem cerca de 86 gramas e 79 calorias. Contém bom ter de magnésio, além de ser rica em potássio. O seu nome “nanica” se deve à baixa estatura de sua planta.

» Banana Maçã: é a variedade com o mais baixo valor calórico, apenas 48 calorias, e com mais proteínas e fibras. Possui alto teor de manganês e fósforo, nutrientes importantes para ossos e dentes fortes.

» Banana Ouro: bem pequena, atingindo cerca de 10 centímetros de comprimento e pesando apenas 40 gramas, a banana ouro tem um sabor delicioso e doce. É uma boa fonte de magnésio.

» Banana-da-Terra: é a maior de todas em tamanho. Chega até a 26 centímetros de comprimento e meio quilo de peso. Depois de frita é servida junto com as refeições ou em sobremesa junto com calda de açúcar. É a variedade com maior valor calórico e rica em vitamina B1, que atua na produção de energia em nosso corpo.

QUANTO CONSUMIR DE BANANA

A recomendação é de, no máximo, duas bananas por dia. Quantidade suficiente para se obter todos os benefícios desta fruta para nossa saúde. Mas, eventualmente, nada impede e não vai causar nenhum problema comer um pouco mais. Contudo, os especialistas dizem que nunca se deve passar de mais de quatro bananas por dia.