Chá-mate, uma bebida estimulante e com muitos benefícios para a saúde

Desde a época pré-colombiana que os indígenas do sul do Brasil, Paraguai, Uruguai e Argentina já usavam a erva-mate, cujo nome científico é Ilex paraguariensis, para a fabricação de uma bebida deliciosa e estimulante que, no século XVI foi provada e aprovada pelos conquistadores espanhóis, que disseminaram o seu uso. Mesmo ainda perdendo longe em consumo para o café e o chá, o chá-mate conquistou posição de destaque no mercado mundial. No Rio Grande do Sul existe até uma lei de 1980 que instituiu a erva-mate como árvore símbolo dos gaúchos, que também faz parte também da bandeira do Estado do Paraná.

A erva-mate é consumida basicamente de três formas:

Chimarrão

Mais usado no sul do país, principalmente no Rio Grande do Sul. A bebida é feita por meio da infusão de folhas e ramos da erva-mate, que são triturados e colocados em água fervente, geralmente sem adoçante, em um uma cuia de porongo e ingerida sugando uma bomba em formato de bastão. Existe até um ritual para se beber o chimarrão em uma roda de familiares ou amigos. A boa etiqueta recomenda que nunca se coma algo ao mesmo tempo em que se toma o chimarrão, pois pode deixar resíduos dos alimentos na bomba.

Tererê

Ao contrário do chimarrão, o tererê é feito com água fria e consumido também numa cuia com bomba. É uma bebida tradicional do centro-oeste brasileiro e do Paraguai.

Mate cozido ou chá-mate

É a forma mais consumida da erva-mate na região sudeste do Brasil e também pelo mundo afora. É uma bebida preparada com folhas torradas e trituradas, colocadas para cozinhar em água por meio de sachê ou in natura. Serve-se quente ou gelada, adoçada ou não, dependendo do gosto de cada um. A marca mais famosa que se encontra no mercado é o Matte Leão, com sua tradicional caixa laranja, cuja fabricação começou em 1901 no Paraná. Em 2007 foi comprada pela Coca-Cola.

BENEFÍCIOS DO CHÁ MATE PARA A SAÚDE

A erva-mate possui vários nutrientes importantes para a nossa saúde, como as metilxantinas (cafeína e teobromina), compostos fenólicos, flavonoides e as saponinas. Dentre suas propriedades medicinais, podemos destacar:

Atividade antioxidante

Protege o nosso DNA e, por consequência, evita a formação de tumores cancerígenos.

Efeito anti-obesidade

Ajuda a queimar as gorduras, pois a cafeína tem o poder de aumentar a lipólise, processo pelo qual ocorre a degradação de lipídios em ácidos graxos e glicerol. A concentração de lipídios acarreta o depósitos de placas de gordura nas artérias, enquanto os ácidos graxos e o glicerol são facilmente usados como fontes de energia corporal

Efeito estimulante

Atua na melhoria do nível de energia corporal, na redução do stress e no desempenho da memória

Efeito diurético

Atua no aumento da diurese renal, processo que causa a desintoxicação do organismo

É vasodilatador

Reduz, portanto, a pressão arterial e melhora o desempenho sexual masculino

É anti-inflamatório

Combate a prostatite e inibe o crescimento da próstata

Reduz a glicose do sangue

É uma bebida excelente para os diabéticos. Pesquisa realizada pela Universidade Federal de Santa Catarina com pessoas portadoras de diabetes tipo 2 constatou que após 60 dias de consumo de um litro diário de chá-mate o nível de glicose no sangue destes indivíduos diminuiu em média 25 mg/dl em jejum.

Protege o coração

O chá-mate é indutor da redução da hemoglobina glicada, substância que contribui para o infarto do miocárdio. Segundo o United Kingdom Prospective Diabetes Study, da Inglaterra, as chances de um infarto agudo do miocárdio caem 14% com a redução de apenas 1% de hemoglobina glicada.

Melhora a digestão

As saponinas presentes no chá-mate atuam na maior liberação de sucos gástricos responsáveis pela digestão, principalmente a bile, facilitando, assim, o processamento dos alimentos no estômago