Dieta Detox: o que é e para que serve realmente

Comer frutas, legumes e hortaliças em forma de sucos é um conceito muito interessante de dieta. É só usar a criatividade e bater num liquidificador a mistura que mais agradar o seu paladar. É uma ótima opção, por exemplo, para o desjejum da manhã. O café é um ótimo estimulante para iniciar o dia, mas não alimenta, não contém vitaminas ou proteínas. E suas calorias vêm exclusivamente do açúcar. Um detox, ao contrário, fornece uma quantidade considerável de nutrientes para o nosso organismo. E de uma forma rápida e fácil de ingerir. Imagine, no início da manhã, você comendo uma salada de frutas, legumes ou folhas. É aí que entra o suco detox, embora as sopas também entrem no conceito da dieta detox.

O DETOX EMAGRECE?

Sim, o detox é ótimo para uma dieta de emagrecimento, pois é possível formular vários sucos de baixíssima caloria. Mas é bom lembrar que ele é apenas um coadjuvante, não serve para substituir uma refeição. A função do detox é prover nutrientes que não engordam, principalmente nos intervalos entre as duas refeições básicas: o almoço e o jantar. Mas, infelizmente, há promessas mirabolantes com a dieta detox, como a sensacionalista “emagreça em uma semana com detox”. Isto obriga a pessoa adotar exclusivamente uma dieta líquida, o que não é recomendável. Se você quiser emagrecer de forma saudável e duradoura nunca embarque nas dietas de curtíssimo prazo. É muito ruim para o seu organismo e até para o seu psicológico se privar exageradamente da alimentação para obter uma grande perda de peso em um prazo muito curto de tempo. Toda dieta saudável é planejada para uma redução gradual e constante de gordura, dando prazo para que seu organismo e você mesmo se adapte às novas condições corporais e de alimentação.

O DETOX É DESINTOXICANTE?

Quando ingerimos bastante líquidos ajudamos os nossos rins a expelir as toxinas que ingerimos principalmente através do consumo das guloseimas e bebidas alcoólicas das festas. Nesse caso, o detox é muito eficiente. Fornecemos água para nossos rins e nutrientes para o nosso organismo. O ideal é fazer a dieta por um dia. Nesse caso, é uma opção bastante recomendável para aliviar nosso organismo do excesso de alimentação intoxicante. O jejum intermitente cumpriria também esta função, mas a vantagem da dieta detox é justamente hidratar nosso corpo e nos manter alimentados enquanto nos recuperamos daquela sensação de mal-estar por ter comido demais.

SUGESTÕES DE RECEITAS DETOX

Como dissemos no início, a sua criatividade é que está no comando. Mas para quem quer iniciar no detox é sempre bom ter algumas sugestões para provar.

  1. ESPINAFRE, HORTELÃ E LIMÃO: bata no liquidificador as folhas do espinafre e do hortelã com água. Use sempre mais hortelã que espinafre. Faça o suco do limão à parte. Depois misture os dois. Com o tempo você vai encontrar a proporção correta de cada um para o seu gosto.
  2. CENOURA COM LARANJA: bata uma cenoura com um litro de água no liquidificador. Prepara o suco da laranja separado e depois misture com a cenoura.
  3. BETERRABA COM LARANJA: bata também a beterraba com um litro de água no liquidificar. Prepare o suco da laranja separado e depois misture com a cenoura.
  4. MAMÃO COM CENOURA E LARANJA: bata o mamão com a cenoura com um litro de água no liquidificador. Prepare o suco da laranja separado e depois misture com o mamão e a cenoura.
  5. COUVE COM LARANJA: bata a couve com um litro de água no liquidificador. Prepare o suco da laranja separado e depois misture com a couve.
  6. AGRIÃO, GENGIBRE, HORTELÃ E MEL: esta mistura é também um excelente expectorante, capaz de substituir qualquer xarope de farmácia. Coloque o agrião, o gengibre picado e o hortelã com um litro de água no liquidificador. Bata até obter uma mistura homogênea. Coe e depois acrescente um copo de mel. Como esta garrafada é para vários dias, é melhor acrescentar 30 ml de cachaça de qualidade e guardar na geladeira. A cachaça ajuda a conservar a bebida. E numa dosagem tão pequena não fará nenhuma reação ao seu organismo. Este detox é para se consumido em pequenas dosagens de cada vez. O ideal é 30 ml em até quatro doses por dia.
  7. SOPA DE LEGUMES: este é talvez o detox mais conhecido e já usado desde os tempos da vovó. Na verdade, cabe tudo aí, começando com um refogado de alho, cebola e tomate. Depois pode ser acrescentado repolho, cenoura, inhame, abóbora, espinafre ou couve e também cebolinha picada e, para quem gosta, algumas gotas de pimenta malagueta.