Dinheiro também é ótimo para a saúde

Dinheiro também é ótimo para a saúde
Dinheiro também é ótimo para a saúde
Avaliar postagem

Dinheiro não traz felicidade. A maior riqueza é a saúde.

Quem disse essa segunda coisa acertou em cheio. Realmente, a saúde é a maior riqueza da vida. Mas quem disse que dinheiro não traz felicidade só pode ser um fracassado que inventou esta desculpa para encobrir o seu próprio fracasso. A felicidade não depende exclusivamente do dinheiro, mas, vamos convir, é muito difícil ser feliz vivendo na miséria, sem dinheiro. E até mesmo a saúde depende também do dinheiro. Quantas pessoas estão doentes porque não têm dinheiro para ter uma boa alimentação ou simplesmente estão morrendo de fome. Quantas estão vivendo nas ruas ou em bairros de periferia onde sequer existe uma rede de saneamento básico. Quando um rico passa mal procura logo um dos melhores hospitais da cidade, enquanto o pobre quando adoece vai para o SUS onde muito morrem nos corredores em cima de macas improvisadas como leito, sem sequer chegar a receber atendimento médico. Quantas crianças estão fora da escola tentando ganhar dinheiro nas ruas para ajudar a família sobreviver. Quem está endividado, sem dinheiro para fechar o mês, vendo sua família passar necessidades vai, sem dúvida, sofrer um estado depressivo que pode acarretar várias doenças, inclusive o câncer.

O escritor norte-americano Wallace Wattles já afirmava em 1910 que “Nós não podemos evitar querer ser tudo que nós podemos ser. O sucesso da vida está em ser o que nós queremos ser. E seja o que for que a gente queira ser, precisamos de dinheiro. Às vezes muito dinheiro“. Devemos erradicar totalmente a crença de que existe algo de errado em alguém querer ficar rico para ter uma vida mais produtiva, mais próspera e mais abundante.  O que é condenável é usar meios ilícitos para obter a riqueza. Os fins não justificam os meios, quando os meios ferem a ética e a moral.

Não existe prosperidade quando se ganha dinheiro por meios ilegais, como o tráfico de drogas, de armas e até de seres humanos.

Não existe prosperidade quando se ganha dinheiro tomando o que é dos outros.

Não existe prosperidade quando se ganha dinheiro roubando dos cofres públicos.

Não existe prosperidade quando se ganha dinheiro enganando os outros.

Não existe prosperidade quando se ganha dinheiro extorquindo ou explorando a fraqueza dos outros.

Não existe prosperidade quando se ganha dinheiro explorando o trabalho dos outros.

Não existe prosperidade quando se ganha dinheiro por meio da concorrência desleal e predatória.

Não existe prosperidade quando a acumulação de riqueza tem objetivo apenas egoísta e de futilidades, que podemos chamar de acumulação inútil de capital. Quanto mais uma pessoa fica rica mais ela tem responsabilidade social. Isto não significa que ela tem que repartir todo o seu dinheiro com as obras de caridade. Mas que é obrigada a ter ações que ajudem no desenvolvimento da humanidade. Aliás, muita gente fica rica e vê seu dinheiro evaporar porque não sabe doar. Quem não doa não fica rico. Doar é um ato de riqueza. É você dizendo para o Universo que tem abundância suficiente para poder doar.  Mesmo que você faça isto de forma totalmente discreta como ensinou Jesus, que a sua mão direita não saiba o bem que está fazendo a sua mão esquerda.

Para atrair dinheiro a pessoa tem primeiro desejar ter dinheiro. Tem que colocar este desejo não apenas na sua mente consciente mas também na sua mente inconsciente. Eu quero ficar rico. É uma ordem que você dá para o Universo. E tem que acreditar que será atendida. Jesus disse “pedi e vos será dado“.  Pensamentos materializam coisas. Pessoas que só vivem pensando em doenças acabam doentes. Pessoas que acreditam em azar acabam tendo uma vida azarenta. Pois como ensinou o Buda Sidarta Gautama, “O que você pensa, você cria. O que você sente você atrai. O que você acredita, torna-se realidade”.

É muito perigosa a falta de consciência do grande poder criativo de nossos pensamentos. Atraímos o que pensamos porque nossos pensamentos criam nossos sentimentos. Inconscientes do processo criativo do pensamento, a maioria de nós atrai coisas indesejáveis por descuido, como as doenças ou uma vida de dificuldades financeiras ou também de terríveis conflitos de relacionamento. Pois, a Lei da Atração age de acordo com o que você manifesta, consciente ou inconscientemente. Portanto, atraímos o que queremos e também o que não queremos. É uma situação sem controle. Então, comece a monitorar seus pensamentos. A mente não pode funcionar mecanicamente, automatizada e prisioneira de uma dialética do fracasso, de negatividade que só irá atrair coisas ruins para a sua vida, inclusive as doenças.

Afaste a dúvida da sua mente. Você é capaz de mudar a sua vida. Aliás só você pode mudar a sua vida. Deus está sempre ao seu lado para te ajudar. Mas Ele não pode fazer isto sozinho. A Lei do Livre Arbítrio diz que você é quem decide. O primeiro passo para mudar a sua vida é ter gratidão. Ser grato por tudo que você tem em sua vida, por tudo que você recebe e, às vezes, nem percebe. Ao acordar de manhã cedo o primeiro pensamento que devemos ter é de agradecer. Dizer obrigado por este novo dia. Orar e agradecer. Não importa as palavras, simplesmente agradeça. Mesmo que você não acredite em Deus, agradeça ao poder do Universo que nos concedeu mais este dia. Agradeça a todo instante. Por tudo. Até nas coisas mais simples. Por uma refeição, quando seu filho ou sua filha chega em segurança em casa ou quando você ganha o valor mínimo do prêmio da loteria. A gratidão nos conecta com a frequência da prosperidade e da abundância.

Só um lembrete. Nunca se torne escravo do dinheiro. Seja sempre o seu senhor.  Não deixe nunca o dinheiro roubar o seu tempo com seus filhos, com sua família ou com seus amigos. Nem tenha dinheiro para viver uma vida miserável só para morrer rico. O dinheiro é para ser usado em sua plenitude, para nos dar tudo o que ele pode oferecer para a nossa felicidade.