Radicais livres não são os vilões que te contaram

Avaliar postagem

O medo dos radicais livres se tornou generalizado. Para todo lado, há reportagens e artigos ensinando como combater os radicais livres, moléculas fabricadas pelo nosso organismo que podem causar o envelhecimento precoce e doenças degenerativas como o câncer. Isso é só uma meia verdade, pois a história tem um outro lado que quase ninguém te contou. Então, afinal, o que são e para o que servem os radicais livres?

O QUE SÃO OS RADICAIS LIVRES

Os radicais livres são moléculas formadas naturalmente em nosso organismo pela queima do oxigênio nas células, para transformação da glicose retirada dos alimentos em energia. É o processo mais importante para a manutenção da vida. Antes de nos fazer qualquer mal, os radicais livre cumprem papel importante em nosso sistema imunológico, pois possuem ação bactericida, fungicida e anti-virótica, agindo como uma espetacular barreira de defesa do organismo frente à presença de microorganismos perigosos. Eles também ajudam no processo de coagulação sanguínea, cicatrização e, pasmem,  beneficiam até mesmo na ereção peniana em humanos, pois são vasodilatadores.

Realmente, os radicais livres podem danificar células sadias de nosso corpo devido ao seu poder de oxidação. Mas nosso organismo possui enzimas protetoras que reparam 99% dos danos causados pela oxidação, pois, do contrário, nós não poderíamos sequer respirar, uma vez que oxigênio é totalmente oxidante. Então, não precisamos temer os radicais livres.

O importante é mantermos uma alimentação saudável que contenham substâncias antioxidantes para ajudar o nosso corpo a realizar o seu trabalho de nos proteger contra a oxidação.

Dicas de alimentos antioxidantes

  1. Vitamina C: encontrada principalmente nas frutas cítricas, como a laranja e o limão, e também em frutas vermelhas, como a acerola e o morango, e também nos legumes.
  2. Açafrão: é vendido nos supermercados em forma de pó para tempero. Misture meia colher de chá em 30 ml de água e beba diariamente.
  3. Aveia
  4. Azeite de Oliva
  5. Melão
  6. Pepino
  7. Suco de uva integral