Sistema Imunológico: nossa defesa natural contra doenças

Sistema Imunológico: nossa defesa natural contra doenças
5 (100%) 1 voto[s]

Sistema Imunológico: como fortalecer nossa defesa natural?

Em resumo, o sistema imunológico é um conjunto de processos biológicos que protegem o nosso organismo contra doenças, principalmente quando somos atacados por agentes externos, como vírus e bactérias. Tudo que não é natural do nosso corpo é detectado pelo nosso sistema imunológico como “corpo estranho”, os quais são atacados pelos nossos soldados para destruí-los e, assim, evitar que eles nos adoeçam. Existem dois tipos de defesa do nosso sistema imunológico. Um é chamado de imunidade nata ou natural, ou seja, nosso sistema imunológico já nasce sabendo como combater os agentes patogênicos. E a outra, conhecida como adquirida, quando fornecemos por meios externos estímulos ou informação para que nosso sistema imunológico adquira memória contra agentes patogênicos que podem nos adoecer. O papel das vacinas é este, embora haja muitas críticas hoje à formulação delas, principalmente a presença de mercúrio, um metal pesado difícil de ser expelido pelo nosso organismo e capaz de produzir alterações genéticas que levam ao câncer e outras enfermidades graves. Mas isto não significa que elas podem ser totalmente ignoradas.

É importante ressaltar que somos capazes de transmitir para nossos filhos a memória de defesa do nosso sistema imunológico. Isto porque nossos genes armazenam estas informações e a transmitem para nossa descendência.

COMO NOSSA DEFESA FUNCIONA

Nosso sistema imunológico age por meio de um conjunto de células produzidas principalmente no timo, na medula óssea, no baço e no gânglio linfático. Entre elas estão os linfócitos (do tipo B e T), os leucócitos e as células conhecidas como natural killer, capazes de reconhecer e matar algumas células anormais, como tumores e células infectadas com o vírus do herpes, doença infecciosa aguda causada pelo vírus HSV que, depois da gripe, é a doença viral mais comum que existe, com um potencial de se propagar com facilidade. Portanto, sem o nosso sistema imunológico não sobreviveríamos nem um dia neste mundo.

Contudo, existem doenças que conseguem burlar o nosso sistema imunológico. Exemplo clássico é a AIDS. Isto acontece porque o vírus que causa a doença, o HIV, não permanece na corrente sanguínea, onde seria facilmente destruídos pelas nossas células de defesa. Eles entram para o interior dos linfócitos T, justamente uma das células mais importantes de nosso sistema imunológico. Ali instalados, começam a destruí-las. Assim, o aidético vai perdendo sua defesa e, sem a ação de um coquetel de antibióticos, pode facilmente ser levado ao óbito por doenças infecciosas.

IMUNODEFICIÊNCIA E AUTOIMUNIDADE

Quando nosso sistema imunológico funciona inferior ao normal, ou seja, quando nosso organismo produz menos células de defesa do que o padrão, ficamos suscetíveis a infecções que não curam ou vão e voltam, chamadas também de recorrentes. Além disso, pode causar câncer e acarretar doenças autoimunes, que levam o sistema imunológico a atacar as nossas próprias células. A origem da imunodeficiência no ser humano pode ser consequência de uma doença genética, o uso de medicamentos imunodepressores ou por contaminação pelo vírus VIH (Vírus da Imunodeficiência Humana), adquirido por meio de transfusão de sangue, sêmen, líquido vaginal ou pelo leite materno.

Já a autoimunidade é originada por situação contrária à imunodeficiência, mas igualmente acarreta doenças autoimunes. Ela ocorre por uma hiperatividade de nosso sistema imunológico, ou seja, nosso sistema de defesa passa a produzir mais células imunológicas do que o normal.

São casos típicos de doenças autoimunes a artrite reumatoide, o diabetes tipo 1 e o lúpus, por exemplo.

COMO FORTALECER O SISTEMA IMUNOLÓGICO

Agora que você já sabe o quanto é importante o sistema imunológico para a manutenção da nossa saúde,  vamos aprender coisas simples que fazem toda a diferença no seu fortalecimento.

  • Não deixe o stress dominar você. O modo de vida moderno é uma porta aberta para isto. Fique alerta. Não force demasiadamente sua mente com preocupações e problemas. São cargas negativas que deprimem o nosso sistema imunológico. Mantenha sempre a sua calma, mesmo diante de situações desagradáveis. O stress é, na verdade, muito mais amplo do que imaginamos e abrange diversas situações em nossa rotina diária. Se o calor me incomoda é porque estou me estressando com a temperatura. Isto se chama stress térmico. Se estou com medo de perder o emprego vou acabar gerando um stress psicológico. Se estou muito mal humorado porque estou com fome ou então me sentindo incomodado com algo que comi e sinto que não me fez bem é porque estou com stress alimentar. E se estou furioso porque alguém me cortou no trânsito ou alguém me aborreceu é porque estou com stress de humor. E se estou muito cansado por excesso de atividade é por que estou com stress físico. Poderíamos citar várias outras situações. Mas o que importa saber é que se formos juntamos um stress aqui e outro stress ali, no final teremos um quadro perigoso de stress generalizado em nosso organismo, que nos levará à depressão e à imunodeficiência. Portanto, sinta-se grato por estar vivo e relaxe. Nada é tão sério ou importante quanto você pensa.
  • Tome sol. A luz solar é produtora de Vitamina D3 em nosso organismo, uma substância abundante e gratuita essencial para as nossas células de defesa. Pelo menos 15 minutos diários de banho de sol, no horário entre 10h às 11h da manhã, fará um bem imenso para sua saúde. Mas nada de protetor solar durante este tempo de banho solar medicinal. Os protetores impedem que os raios ultravioleta entrem em nossa pele.
  • Menos álcool e nada de cigarros. A bebida e o tabagismo são inimigos.  O álcool contém substâncias conhecidas como aldeídos, que enfraquecem nosso sistema imunológico. Da mesma forma, o cigarro contém inúmeras toxinas que podem provocar câncer, doenças respiratórias e deprimir nosso sistema imunológico. A dependência da nicotina é um vício grave. Quer ver uma pessoa que fuma muito estressada. Deixe ela um dia sem os cigarros.
  • Faça exercícios. Manter um ritmo adequado de atividade física nos faz respirar mais oxigênio, elemento essencial para nossas células. Além disso, o oxigênio aumenta a nossa defesa por meio da oxidação, matando bactérias indesejáveis. Mas nada de exagerar. E se você não gosta de ginástica, adote outras formas de se exercitar, como, por exemplo, passar a andar mais a pé em vez de tirar o carro da garagem para ir à padaria.
  • Durma bem. Evite perder noites de sono ou levar problemas para a cama que fazem você rolar a noite toda sem conseguir dormir. A cama foi feita para você descansar e relaxar. É um dos momentos mais importantes do dia. Deitar e dormir profundamente. O sono repara nossa energia, nos revigora. Portanto, elimine a tv no seu quarto, deixe o celular na sala, não ligue rádio ou músicas nem deixe o seu quarto com claridade. Para uma boa noite de sono é preciso escuridão e silêncio.

GRATIDÃO

Talvez você não seja religioso, e isto não importa. Nem se você acredita ou não em Deus. Mas ore para este universo imenso no qual existimos e somos apenas um grão de poeira. E agradeça, com gratidão profunda. Você achará as palavras. E o ser grandioso e maravilhoso que criou isto tudo o estará ouvindo. E retribuirá sua oração com muita abundância de paz, saúde e prosperidade em sua vida. Seja uma pessoa do bem e trabalhe para o progresso da humanidade dando sempre o que há de melhor em você: o amor.