Temperos: sabor na comida e muitos benefícios para a saúde

A Wikipédia define os temperos ou condimentos como “uma substância que é acrescentada a um alimento, para emprestar-lhe sabor, aroma, cor ou realçar o seu paladar. A utilização dos condimentos é muito variável, ou seja, vão ao encontro dos hábitos e tradições das regiões“. Realmente, sem os temperos as comidas seriam algo muito sem graça. Imagine fazer um churrasco sem sal grosso, um feijão ou arroz sem alho e sal ou uma pizza sem orégano! Um dos segredos de um grande chef está, sem dúvida, na técnica de usar corretamente os temperos em seu pratos deliciosos.

Mas o papel dos temperos não é só tornar as comidas mais gostosas. Eles nos fornecem também ingredientes importantes para a nossa saúde.  E são tantos os temperos e condimentos que a maioria das pessoas nem sabe para que servem. Veja a seguir uma lista de temperos com as principais ervas e especiarias e como usá-las para dar um toque saboroso às suas receitas.

BENEFÍCIOS DOS TEMPEROS PARA SAÚDE

AÇAFRÃO

Muito conhecido também como cúrcuma ou açafrão-da-terra, é o ingrediente  mais importantes do curry – uma mistura de especiarias muito utilizada na culinária de países como Índia, Tailândia e alguns outros países asiáticos e do Oriente Médio. Seu sabor picante intensifica o sabor de molhos, carne vermelha, frango, peixes, vários tipos de arroz, sopas e legumes e verduras cozidos.

» É um poderoso anti-inflamatório e anti-cancerígeno natural

» Possui também propriedades anti-inflamatória, antioxidante, anticonvulsiva e antireumatóide

» Combate o sangramento das gengivas.

ALECRIM

É ideal para carnes e frangos assados.

» Possui propriedades anti-inflamatórias e digestivas

» Estimula o sistema cognitivo

» Diminui a ansiedade

» É anticancerígeno

» Bom para o fígado, o cabelo e a pele.

BAUNILHA

Vai bem em doces e cremes à base de leite, sorvetes e preparações com frutas suaves.

» É uma boa fonte de vitaminas do Complexo B, como niacina, tiamina, vitamina B6 e ácido pantotênico

» Possui propriedades antioxidantes que protegem a pele dos danos causados pelos poluentes ambientais e toxinas.

CANELA

Pode ser moída e usada em pó ou em pedaços da casca da madeira de várias espécies de árvores do gênero Cinnamomum (família Lauraceae). É mais comum ser usada em doces, como o arroz-doce e a canjica, mas serve também para temperar carnes, como na moussaka grega.

» A canela acelera o metabolismo

» Possui propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias

» Reduz o risco de doença cardíaca

» Melhora a sensibilidade à insulina

» Diminui o açúcar no sangue

» Previne doenças neurodegenerativas e também o câncer.

CEBOLINHA VERDE

Da mesma família do alho, da cebola e do alho-poró, a cebolinha é a base do cheiro verde. Pode ser usada em sopas, cremes, omeletes, molhos e muqueca de peixe. Mas deve ser usada só para finalizar os pratos, pois o calor as faz perder sabor.

» A cebolinha é rica em vitamina A, que fortalece o sistema imunológico e a visão

» Vitamina C

» Minerais como cálcio e fosforo

» E também a niacina, ou vitamina B3, que estimula o apetite, deixa a pele mais bonita e desempenha importante papel no metabolismo energético celular e na reparação do DNA.

COENTRO

É o tempero essencial que dá o sabor característico da muqueca de peixe e do bobó de camarão.

» Ajuda a controlar as taxas de açúcar no sangue

» eleva os níveis do colesterol HDL

» Estimula a digestão

» É antioxidante

» Controla a pressão arterial

» Facilita a excreção até de metais pesados e resquícios de antibióticos que ficam no organismo.

COMINHO

Considerado a segunda especiaria mais popular do mundo, perdendo apenas para a pimenta, o cominho é bastante usado para tempero de carnes. Mas é preciso tomar cuidado em preparações na frigideira, pois ele queima rápido, prejudicando o seu sabor.

» Ajuda na digestão

» Estimula a memória

» Contém vitamina E, que ajuda a manter a pele saudável e jovem

» Fonte de vitaminas do Complexo B e óleos essenciais com efeitos sedativos, que ajudam a melhorar a qualidade do sono.

» Rico em ferro é excelente para combater a anemia

» Contém minerais como cálcio,  potássio e magnésio, além de estrogênio, que ajudam a tratar a osteoporose e manter os ossos fortes.

CRAVO-DA-ÍNDIA

É usado principalmente nos doces em calda ou no arroz-doce. Aqui no Brasil é o enfeite oficial do beijinho de coco.

» Tem propriedades que ajudam a emagrecer

» É anti-infeccioso

» Seus compostos fenólicos lhe conferem uma potente ação antioxidante

» O eugenol contido no cravo é excelente contra a dor-de-dente

» Estimula a libido aumentando o desejo sexual

» Combate o mau-hálito

» É cicatrizante

» Relaxante muscular

» E também um repelente natural contras moscas e insetos.

ERVA-DOCE

As sementes são usadas para preparar carnes de porco, principalmente linguiças. É usada fresca para dar um toque adocicado em saladas e, seca, como um delicioso chá.

» Possui ação digestiva

» Alivia os gases que causam tantas cólicas nos bebês

» Pode ser empregada também no combate à azia, a má digestão e dor de barriga.

GENGIBRE

Gengibre pode ser usado em saladas, bolos e biscoitos e também em xarope caseiro misturado ao agrião, hortelã e mel ou em forma de chá gelado com hortelã e limão.

» O gengibre é rico em cálcio, Vitamina C, ferro e magnésio.

» Seus benefícios para a saúde incluem a aceleração do metabolismo

» Faz o intestino funcionar melhor, evitando a prisão-de-ventre, gases estomacais e até mesmo a indigestão

» Possui propriedades anti-inflamatórias e analgésicas que ajudam a aliviar as dores musculares (mialgia) e a dor crônica associada à artrite

» É antioxidante

» Cura as dores de garganta e trata as cordas vocais, eliminando pigarros e rouquidão

» Combate o refluxo ou gastrite

» Auxilia no tratamento do diabetes,  controlando a perda de proteínas pela urina.

ESTRAGÃO

É uma das ervas mais sofisticadas, que valoriza os ingredientes usados nos pratos. Vai bem em saladas, aves, peixes, omeletes e carnes. É muito presente na culinária francesa. Colocada em vinagre branco, vira o sauce béarnaise, molho que rega o steak de mesmo nome.

» Pode também ser usado para tratar as cólicas menstruais e regular a menstruação

» Melhora a má digestão em caso de refeições volumosas ou gordurosas.

HORTELÃ

Hortelã ou menta são a mesma planta, nomes populares usados para designar espécies que pertencem a um mesmo gênero, chamado Mentha. Seu aroma é inconfundível. Serve para temperar hambúrgueres, dar sabor a vários sucos detox, como espinafre com limão ou couve com laranja, e também ser usadas em saladas.

» Possui propriedades que ajudam a tratar problemas digestivos, como má digestão, enjoo ou vômitos

» É um calmante natural, relaxando a pessoa do estresse

» Atua também como expectorante.

LOURO

Tempero que não pode faltar no feijão, principalmente na feijoada. É comum se retirar as folhas de louro da comida antes de servi-la, mas as folhas de louro são excelentes para o controle do diabetes, pois elimina as altas de açúcar da corrente sanguínea. Pode também ser usado em carnes assadas, ensopados, caldos e sopas.

» É utilizado no tratamento de problemas digestivos

» Combate infecções

» Reduz o estresse e a ansiedade.

MANJERICÃO

É o tempero favorito dos italianos, que não pode faltar em pestos (molho para acompanhar os mais diversos pratos como massas, saladas e até mesmo carne), massas secas, sopas, salada caprese, pizza marguerita e massas com molho de tomate fresco. Deve ser usada preferencialmente fresca, para se aproveitar melhor o seu sabor, mas na falta há também a opção da erva seca vendida nos supermercados.

» O manjericão pode ser usado também xaropes e expectorantes caseiros para aliviar a tosse

» Fortalece o sistema imunológico

» Reduz o estresse

» Melhora a visão, a pele e a saúde bucal

» Elimina pedra dos rins

» Trata de problema do estômago, como a chamada queimação.

MOSTARDA

As sementes são a parte da planta usada como especiarias. Após moídas e misturadas com água, vinagre e outros líquidos, se transformam no condimento vendido nos supermercados como mostarda, um creme amarelo e com sabor bastante forte e picante.

» A mostarda in natura aumenta a produção de saliva, evitando a chamada boca seca

» Previne diversos tipos de câncer, incluindo estômago e cólon

» Rica em selênio é um regulador natural da tireoide

» Sua ação anti-inflamatória alivia dores articulares e musculares.

NOZ-MOSCADA

Ideal para usar em pratos preparados com queijo, batatas, creme de leite e suflês. Deve ser ralada na hora em que for usar.

» Remove as toxinas do corpo, atuando no sistema digestivo e promovendo a saúde do fígado

» Dissolve cálculos renais

» Contém miristicina, substância muito conhecida por proteger o cérebro de doenças degenerativas

» É anti-inflamatória

» Estimula o coração a bater mais forte, aumentando, assim, a circulação sanguínea e evitando problemas cardiovasculares

» Proporciona alívio da congestão nasal

» Pode ser usada também no tratamento da asma

ORÉGANO

Tempero que dá aquele gostinho característico nas pizzas. É mais usado na forma seca. Pode também ser acrescentado ao molho bolonhesa da macarronada, juntamente com o manjericão.

» Auxilia no tratamento da asma

» Reduz o risco de câncer colorretal

» Combate o envelhecimento precoce

» Fortalece o sistema imunológico

» Ajuda a diminuir cólicas menstruais, ao mesmo tempo que regula a menstruação

» Estimula a digestão

» Reduz o risco de doenças cardiovasculares.

PIMENTAS

Calabresa: é o ingrediente que dá o sabor característico da linguiça picante italiana. Pode ser usada em diversos pratos italianos. A linguiça calabresa é também  conhecida como pepperoni.

Pimenta-malagueta: é a variedade mais comum da culinária brasileira. Seu sabor picante, principalmente quando curtida no azeite, é muito apreciado em sopas, ensopados e também na brasileiríssima feijoada.

Pimenta-do-reino: também conhecida como pimenta-preta, é considerada a rainha dos temperos, podendo ser usada em uma infinidade de preparações. O ideal é usá-la em grãos num moedor, para moer na hora em que for usar. Para peixes, o melhor é usar a pimenta-do-reino branca, apenas para a carne não ficar cheia de pontinhos pretos.

As pimentas possuem também diversas propriedades medicinais, que incluem:

» As pimentas vermelhas, como malagueta, dedo-de-moça e cambuci, entre outras, são ricas em capsaicinoides, que possui ação antimicrobiana, anti-inflamatória e anticancerígena, capsaicina e violaxantina, que confere a coloração avermelhada e possuem ação antioxidante, luteína, proteína que protege nossos olhos contra a degeneração do globo ocular, que pode levar à cegueira, ácido ferúlico, que protege o nosso cérebro contra doenças crônicas que atingem o sistema nervoso, ácido sinapínico, outra substância antioxidante que evita a formação de tumores e combate as inflamações. Elas fornecem também vitamina C e são fontes de vitaminas E, B6 e K, assim como de minerais como o cobre e o potássio.

Geralmente, quando se come uma comida muito apimentada, é comum a pessoa beber muita água para cortar a ardência. Um erro. A água espalha a capsaicina pela boca, prolongando a sensação ardida causada pela pimenta. O que resolve é tomar um copo de leite integral, pois a caseína, proteína presente no leite, anula o efeito da capsaicina.

» As pimentas são estimulantes dos hormônios endorfina, oxitocina, dopamina e serotonina, que nos proporcionam sensação de prazer.

» Aumentam a libido, fortalecendo a ereção masculina e o desejo sexual do homem e da mulher

» Podem alongar a vida, fenômeno conhecido como longevidade. Estudos científicos comprovam que as pimentas são analgésicas, ou seja, bloqueiam a dor e isto contribui para se viver mais tempo, pois quanto menos dor o corpo sente ao longo da vida, mais tempo ele ganha de existência.

» Têm ação antioxidante

» A pimenta-do-reino tem particularmente propriedades que agem na produção de enzimas digestivas, aumentando a absorção das vitaminas B e C, selênio e betacaroteno durante uma refeição.

URUCUM

Os indígenas brasileiros já usavam o urucum para pintar a pele centenas de anos antes dos portugueses chegarem aqui. Além do embelezamento, a cor avermelhada da pintura protege contra o ataque de insetos. Por isto, o urucum serve também para dar cor aos alimentos, principalmente em aves e também no arroz. Em pó é conhecido como colorífico ou colorau

» Os carotenoides presentes na semente do urucum possuem propriedades antioxidantes, que protegem a pele dos danos causados pela radiação solar

» Pode ser usado em infusão para o tratamento de bronquite, faringite e inflamação ocular, pois é um excelente anti-inflamatório natural, além de um potente antibiótico

» É rico em cálcio, ferro, fósforo, vitamina A, vitamina C e vitaminas do Complexo B.

SALSA

É parceira quase inseparável da cebolinha. Serve para temperar quase todo tipo de prato, como saladas, molhos para todos os tipos de carnes, massas, sopas, pescados e legumes. É também muito utilizada pelos chefs para enfeitá-los. Deve ser usada somente fresca, pois seca perde o seu sabor.

» Fortalece o sistema imunológico

» Controla o açúcar no sangue

» Impede a formação de coágulos, evitando AVC e problemas cardíacos

» Aumenta a hemoglobina e combate a anemia

» Reduz a pressão arterial

» Ajuda na digestão dos alimentos.

TOMILHO

É ótimo conservante de carnes. Mas cuidado para não carregar neste tempero, pois ele pode acabar sobressaindo demais no prato. Use em terrines, pratos com carnes e aves, ensopados e grelhados.

» Previne o envelhecimento precoce por conter antioxidantes

» Aumenta a eliminação de toxinas pelo organismo

» É anti-alérgico, anti-inflamatório e anti-microbiano

» O tomilho é também rico em vitamina A, vitamina C, ferro, cálcio, magnésio, potássio e fibras.