Vitamina C: seus benefícios vão muito além de combater gripes e resfriados

Avaliar postagem

A Vitamina C, ou ácido ascórbico, é um micronutriente muito importante para a saúde. Como todas as vitaminas, não é fabricada pelo nosso organismo. É através das frutas, verduras e legumes que a fornecemos para o corpo. É, por isso, que a Vitamina D não é mais considerada vitamina e sim um hormônio, embora continue sendo chamada de vitamina, uma vez que é sintetizada em nosso organismo pelo sol.

Outra característica da Vitamina C é que ela não é cumulativa, ou seja, precisamos consumi-la diariamente, uma vez que o excesso não usado pelo corpo é eliminado pela urina. Por isto, não existe uma dose máxima. Podemos consumi-la à vontade. Mas a recomendação diária mínima da vitamina é de 75 miligramas para mulheres, de 15 a 70 anos, e 90 miligramas para homens na mesma faixa etária.

Quando se fala em Vitamina C se pensa logo em gripe e resfriado. Sim, ela é muito boa para combater estas doenças, pois atua no fortalecimento de nosso sistema imunológico e é um poderoso antioxidante. Lembre-se que, da mesma forma que as bactérias, as moléculas dos vírus são muito ácidas e, portanto, em contato com substâncias antioxidantes, começam a morrer. Mas, na verdade, a principal função do ácido ascórbico é dar rigidez ao colágeno, através de um processo químico chamado hidroxilação, para que esta proteína nativa de nosso organismo possa dar resistência aos ossos, dentes, tendões e paredes dos vasos sanguíneos. Por isto, a carência de Vitamina C causa o escorbuto, doença cujos sintomas são gengivas inchadas e com sangramento fácil, dentes abalados e suscetíveis a quedas, sangramentos subcutâneos e cicatrização lenta de ferimentos no tecido conjuntivo, como a pele. Por séculos, o escorbuto foi uma doença comum, principalmente entre os navegadores, que não dispunham de frutas cítricas ou verduras frescas em suas viagens. Não era incomum se perder grande parte de uma tripulação numa jornada marítima. O português Vasco da Gama, por exemplo, perdeu mais da metade de seus marinheiros quando contornou o Cabo da Boa Esperança entre 1497 e 1499. Hoje, o escorbuto pode ocorrer em pessoas que se alimentam basicamente de alimentos enlatados e entre os mais jovens, que preferem alimentos industrializados de baixo valor nutritivo. Outro detalhe fundamental: para que a Vitamina C seja absorvida adequadamente pelo nosso organismo precisamos também ingerir zinco diariamente.

PRINCIPAIS FONTES DE VITAMINA C

As melhores fontes de vitamina C são frutas frescas, principalmente frutas cítricas, legumes e verduras. Vamos fazer uma lista para que você inclua, pelo menos uma delas, diariamente em seu cardápio:

» Frutas cítricas: acerola, laranja, limão, abacaxi, pêssego, romã, morango, mexerica, jabuticaba e uva

» Frutas semi-ácidas: goiaba, caju, maracujá, pêra, carambola, kiwi, maçã, banana, manga, melão e melancia

» Legumes: tomate, pimentão verde e brócolis.

» Verduras: espinafre, couve, repolho e agrião.

Só como referência, em média um copo de suco de laranja contém mais do que a quantidade diária requerida por um adulto.

BENEFÍCIOS DA VITAMINA C PARA A SAÚDE

» Mantém a saúde dos dentes e das gengivas.

» Fortalece os tendões, sendo essencial para atletas e jogadores de futebol.

» Fortalece as paredes dos vasos sanguíneos, ajudando a evitar um AVC (Acidente Vascular Cerebral), por exemplo.

» Previne a formação de tumores, por meio de sua ação antioxidante, uma vez que o surgimento do câncer está ligado a um processo de oxidação crônico dos radicais livres, moléculas formadas a partir da fabricação de energia no interior de nossas células. São muito importantes para o nosso organismo, mas possuem forte tendência à oxidação, quando, então, se tornam um grande inimigo do nosso corpo. A Vitamina C tem capacidade de neutralizar a oxidação dos radicais livres.

» Combate o stress

» Ajuda o organismo a absorver melhor os minerais, principalmente o ferro.

» Combate com muita eficácia os transtornos da gota ou ácido úrico.

» Combate gripes e resfriados.